14 de jun de 2013

O dia que São Paulo acordou!

Eu relutei um pouco em tratar do assunto aqui no Blog...afinal, é muito mais gostoso escrever sobre coisas bonitas, receitas, fofocas...mas não me aguentei e cá estou falando sobre essa semana de conflitos entre manifestantes e Polícia, principalmente em São Paulo, que é onde moro atualmente.
Faz tempo que nos vangloriamos por viver numa democracia.
Democracia essa conquistada a duras penas, por anos de chumbo, vividos principalmente no final dos anos 60, onde vivemos uma Ditadura Militar com características repressoras e muito violentas. Foram anos que ninguém deseja lembrar ou reviver! Mas infelizmente parece que o filme não é mais velho, que todo o medo, a revolta e a repressão dessa época foi ressuscitada ontem bem no meio da cidade de São Paulo!
Antes de falar sobre o que aconteceu no protesto contra o aumento das tarifas do Transporte Público pelo país afora, quero dar a minha opinião sobre nosso povo.
Somos taxados como povo pacífico e festeiro. 
Discordo! 
Sempre achei que colocaram esse estereótipo nas nossas cabeças! Somos um povo como qualquer outro, que se indigna e se revolta. Que quer lutar e quer fazer justiça! Mas 1964 ainda está no inconsciente coletivo  e o medo daqueles tempos, infelizmente, ainda impede que muita gente saia de casa para dar a cara a tapa e defender os direitos da maioria. Sim, porque na Ditadura que vivemos, quem ousasse ir contra o regime político da época, era massacrado, humilhado, preso, torturado, morto, ou os mais sortudos, expulsos do país!
Também acho que não somos um povo pacífico. Hoje somos um povo passivo e panaca! Daqueles que fica nervoso quando o trânsito está caótico, mas não abre a boca para criticar as políticas públicas que não arrumam o trânsito local de vez! Pagamos as contas calados. Ficamos putos com a dinheirama gasta para a realização da Copa aqui, mas vamos comprar felizes os ingressos para assistir aos jogos nos novos estádios superfaturados.
E ainda ficamos contentes quando o tomate só aumenta um pouquinho!
Não somos um povo festeiro. Somos um povo que tem vergonha de ser realmente feliz! Damos risada, fazemos o melhor Carnaval do planeta, mas achamos bonito quando a polícia joga gás lacrimogênio em estudantes que saem as ruas cantando para protestar, como se fosse uma festa de cidadania!
Mas ontem e hoje, meu orgulho dessa nação reacendeu um pouco! Vi que muitos jovens, que eu considerava alienados, são mais lúcidos que muitos velhacos que viveram os anos de chumbo no Brasil e ainda querem a volta dos militares!
Se sou contra baderna? Claro que sou! Mas não tem jeito de transformar algo sem luta, sem um pouco de quebradeira. Ou vocês acham que os protestos em 1964 eram com cantigas e flores? Que ninguém quebrava nada? Que ninguém arremessava pedra? A única arma que o povo tem é justamente essa: incomodar! E só se incomoda com briga gente!
Aliás, quer baderna maior do que é o transporte público na cidade de São Paulo? Ônibus podres, lotados, sem segurança, que levam de 4 a 5 horas para se deslocar em trechos que não levariam mais do que 15 minutos...um verdadeiro caos!
Quer baderna maior que ver, todos os dias, os mesmos políticos fazendo leis idiotas, loucas e burras sem que nada aconteça do contrário?? 
O que vivemos no dia-a-dia desse Brasil, meus caros, É QUE É BADERNA. ISSO É VANDALISMO e não latas de lixo jogadas no chão ou algumas vidraças quebradas.
A PM foi truculenta. Foi covarde. Nunca vi uma mobilização tamanha contra marginais que matam ou roubam por exemplo! Só vejo a polícia ser feroz com moças e rapazes que reagem contra a ordem das coisas. Nem contra torcidas de futebol em fúria a polícia paulista age dessa forma!
E juro, estou arrepiada também de medo porque as cenas vistas ontem pela internet são muito piores do que as fotografadas em 1964 na Sé!
E para quem acha que a luta é por 20 centavos, esclareço que você é muito inocente e acredita na TV. A luta é pelo saco cheio de todos contra governantes corruptos, que nos sugam a todo minuto e não nos oferece nada em troca! Não temos hospitais decentes para atendimento de todos, nossa saúde é um lixo, nossas cidades estão cada vez mais podres, não temos segurança e nossa educação é até risível de comentar! Somos tratados todos os dias como idiotas e como gado! BASTA! Esse foi o estopim e apoio totalmente essa luta! Parabéns aos jovens que estão levando borrachada como forma de gritar pra gente: ACORDA!
Beijos
Pin It Now!

10 comentários:

Cris Guimarães disse...

Fico muito feliz em ver blogueiras se engajando nesse assunto. Afinal, antes de tudo, somos cidadães muito bem informadas!

Beijo, lindona!

Adriana Balreira disse...

Concordo com você, a luta não é por 20 centavos. A luta engloba toda a revolta por um governo que só pensa nele e não ajuda o povo. Também não sou a favor da baderna, mas o povo tem que sim sair a luta pelos seus direitos. Democracia é isso, podermos circular e falar, reivindicar o que achamos errado no governo que nós mesmo elegemos. Se não for assim vira uma ditadura barata. E odeio todo tipo de ditadura! Adorei seu post!
Beijos
Adriana

Sônia Pb disse...

Concordo com cada palavra sua. Não são vândalos..... são cidadãos revoltados! E estão certos.
bjs
Sônia

Bibia Bueno disse...

Já sua fã das postagens divertidas, agora mais ainda!

Luciana Aragão disse...

Ai como eu tô orgulhosa de você!! Eu penso assim deste mesmo jeitinho...as vezes considerada radical no meio em que vivo...quando encontro pessoas não alienadas e pensantes como tu fico feliz. sério!!!
É com todo prazer que vou compartilhar as palavras!!!!

bjaummm

Fernanda Reali disse...

Não são as últimas gotas que fazem o copo transbordar. É o acúmulo de água. Muita injsutiça acumulada...

Dani disse...

Concordo plenamente com você! É uma pena que a polícia está reagindo dessa forma, senão eu teria lá também, com certeza!
Beijos!

Carine Gimenez disse...

Texto incrível!
Você sempre me enchendo de orgulho.
Beijos.

Larissa Motta disse...

Gostei muito do que você disse, concordo com suas palavras e pensamento.
Vamos lutar gente!

Biula disse...

Boa noite, oi.
Concordo totalmente com seu posicionamento, parabéns pelo excelente post!

Fabiola