18 de fev de 2013

Blogagem Coletiva: Mamãe tá de olho - Alimentação Infantil!!

Eu sou uma pessoa que pode não parecer, mas permaneço em constante "encanação" com a alimentação de todo mundo aqui em casa. Falo que pode não parecer porque sou adepta de porcarias, admito! A minha sorte é que como fico preocupada com a boa forma, deixo a junkie food para ocasiões especiais ou finais-de-semana. No dia-a-dia aqui em casa, procuro ter sempre frutas, verduras, carnes magras, cereais e produtos light e integrais para compor o que considero uma alimentação saudável.
Por isso achei legal a idéia da Nádia, uma blogueira que está vivendo lá no Canadá, que sugeriu uma Blogagem Coletiva sobre alimentação saudável, chamada "Mamãe tá de olho!"
 O post que ela conta muito sobre como age com sua família no tocante às refeições, além de ter os links com outros blogs falando do assunto, é esse aqui (CLIQUE para direcionar até a postagem!).
Falando sobre a minha família, meus filhos foram amamentados exclusivamente no peito até os 6 meses e consegui permanecer com a amamentação natural, complementando a alimentação deles, até 1 ano de idade!
Pra mim isso foi essencial na vidinha deles! Na minha opinião, amamentar um filho ao peito, dando só leite materno até os 6 meses de idade, garante uma vida saudável e melhores hábitos alimentares no futuro. Quem puder fazer isso, faça! Eu garanto! rsrsrs
Quando os meninos passaram a comer comida salgada e outras coisas, evitava ao máximo o excesso de sal, o açúcar e corantes. E oferecia de tudo a eles, mas sem fazer aquela mistureba em sopas ou sucos! Aprendi que se você colocar mais do que duas verduras na refeição da criança, ela acaba não sentindo o gosto de nada e, assim, fica difícil para ela realizar suas próprias escolhas diante do paladar. Até hoje eu estabeleço essa regra na hora do preparo dos pratos: uma proteína vinda de carne, peixe ou frango, um carboidrato como arroz ou batata, uma leguminosa como feijão, lentilha ou ervilha, uma verdura como cenoura, escarola, espinafre, abobrinha, beterraba ou berinjela e salada como alface, tomate e cebola. E posso dizer com orgulho: meus filhos gostam muito de um prato de comida! hahahaha Chegam a preferir isso a um sanduíche.
Thi comendo um "Taco" com frango e verdurinhas!
Rodrigo e sua saladinha antes da refeição principal!!
 Mas eu cometi um erro na educação alimentar do mais velho. Fui na onda das avós que diziam que a gente tem que entuchar comida na criança e exagerei! Insistia para o Thiago comer, fazia chantagem do tipo "Coma tudo e ganhe um docinho!", essas coisas. Resultado: ele ficou por um bom tempo em sua infância sendo obeso! Meu filho mais velho aprendeu que não podia parar de comer quando estivesse saciado, já que a doida da mãe dele (eu) praticamente o obrigava a raspar o prato, mesmo que esse fosse do tamanho de uma montanha! Aff! E assim ele se tornou uma criança ansiosa, que comia tudo pela frente! Pra cortar ese "vicio" foi um sacrifício de todas as partes, dele, minha e de toda a família. Tive que mudar a rotina alimentar aqui de casa para que ele aprendesse a comer direito. Passamos a fazer refeições em pratos de sobremesa e comer devagar, mostrando a ele que, quando se sentisse "cheio" podia parar de comer. Graças a Deus ele aprendeu, mas ainda tenho que ficar de olho no prato do meu filhotão. hahahaha
Meus filhos também gostam muito de frutas, principalmente as mais caldosas e quando eu as deixo geladinhas para consumo! Meu Thiago, o mais velho, adora maçã verde, banana de qualquer tipo, manga, abacaxi e pêssego! O Rodrigo já gosta de quase todas as frutas! 

Fã de mamão!!
   Á pouco tempo ele virou fã de mamão e faz questão de comer um pedaço até mesmo na sobremesa! Um orgulho né gente?? rs
Se eu tenho um conselho para dar para as mamães de plantão é: ofereça tudo o que é de saudável aos filhos e dê o exemplo! Não adianta nada você colocar frutas, verduras e proteínas leves no prato do seu pequeno e comer, na frente dele até, um pratão de macarrão com um copo de coca-cola! Crianças aprendem com exemplos e imitam nosso comportamento. 
 O ideal é mudar toda a rotina alimentar da casa! Mas faça isso aos poucos. Se todo mundo do ambiente familiar está acostumado a comer todos os dias, pão com manteiga, não vá tirar isso de vez e obrigar todo mundo a comer bolacha integral com tofu. rsrsrs Eu mudei a rotina aqui de casa assim, em gotas! Primeiro tire o refrigerante durante a semana, deixando só para os sábados, domingos e festas! Depois passei a colocar na mesa sempre uma travessa de salada, pedindo para todos comerem ao menos uma folhinha nas refeições.
Sempre incentivei meus filhos a comerem de tudo! Aqui em casa não é permitido dizer que não gosta de algum tipo de comida sem antes prová-la! Olha aí o Thi experimentando caranguejo. E ele adorou! rsrsrs
 Ou seja, sempre falei para que eles experimentassem algo antes de emitirem uma opinião porque criança tem mania de falar que não gosta de uma coisa ANTES de comer não é mesmo??
 Daí tirei o açúcar do dia-a-dia, colocando mais frutas e adoçantes naturais como opção de docinhos! Hoje vejo que todos aqui sabem o que é bom, o que é ruim para o organismo, o que é gostoso mas engorda, o que pode hoje e 
o que pode só de vez em quando!
Quem quiser ver mais dicas de alimentação saudável e saber o que as mamães fazem para garantir a saúde alimentar da família delas, corram até o Blog da Nádia (AQUI!).
Beijos
Pin It Now!

5 comentários:

Adriana Balreira disse...

Lola,
Não tenho filhotes, mas amei suas dicas. Seu exemplo é muito legal para aquelas mães de primeira viagem que tentam empurrar toda comida existente na face da terra para o coitado do filho! Aff... Mas foi muito bom vc ter falado aqui como fez para reverter a situação. E é isso mesmo, dando o exemplo é a maior prova de amor!
Beijos
Adriana
Obs.: Acreditas que não gosto de mamão!!! Só como em sucos!

Kellen Bittencourt disse...

Adorei Lola, criança tem mania mesmo de dizer que não gosta sem experimentar, temos que rebolar, aki tbém quase houve o erro que relatou com seu filho, minha filha mais nova, passou um tempo cheinha de tanto que meu marido fazia ela comer tudo, mas eu tratei logo de acudir e joguei ela no Judô, e na natação, dai ela voltou ao "normal" rsrs Bjoooss

lilian vieira disse...

Lola também cometi os mesmos erros como vc com o meu mais velho,mais agora tento fazer de tudo para termos mais qualidade na alimentação,afinal também estou gordinha,bjos.

Crys Leite disse...

Lolita!!

Eu não sou mãe, mas posso dar a minha versão de filha.

Desde criança minha mãe me ensinou a comer de tudo giló, beterrada e afins.A única coisa que eu não tomava nem com reza braba era leite, sempre gostei de chá. Depois de um tempo comecei a tomar leite, porém tinha que estar gelado.

Nunca fui fã de doces, a maior perdição da minha vida é a bendita coca-cola, que estou retirando aos poucos. Fast Food, troco fácil por uma comida japa. Outros tipos de refrigerantes, também passo, prefiro um copão de suco natural.

Agradeço a minha mãe por isso. Ela nunca me proibiu de comer nada, mas sempre me mostrou o que era melhor.

Tomara que seus filhos cresçam conscientes do que é bom ou não. Beijos.

Sandra Portugal disse...

Lola, depois vc me passa inbox detalhes do encontrão de blogueiras em SP dia 23/3. Pode ser que eu consiga estar em Sampa nessa data!
bjs Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com.br//