11 de jan de 2011

Amizade é realmente tudo de bom!

Passa ano e entra ano e sou super grata pelas amizades antigas e novas que surgem na minha vida! As novas sempre me surpreendem porque, mesmo sendo através da internet ou num encontro casual na rua, mostram que podem ser duradouras e verdadeiras. As antigas também são meus xodós, pois, incrivelmente podem estar em uma terra distante ou ficar vários meses sem contato, que sempre estarão lá, intactas! 
Tenho lindas amizades assim e que prezo muito! Duas delas são de longa data, realmente. Falo das minhas amigas Regina e Cláudia. Conheci ambas quando entrei na faculdade de Psicologia, em 1988. Éramos calouras,  nos identificamos logo de cara e não nos largamos mais!
Cláudia, eu e Regina...trio parada-dura! rs
Sempre fazíamos os trabalhos juntas, escolhemos a mesma carreira, fomos madrinhas de casamento uma das outras, viajamos juntas e até demos os mesmos nomes aos filhos (a filha do meio da Claudinha se chama Bia como eu!). Cada uma de nós tem uma vida super atribulada e que, muitas vezes, fazem com que nossos encontros pessoas sejam poucos. A Rê é uma jovem senhora que tem sua filha caçula morando a vários anos na Holanda. Vira e mexe ela está por lá, passando um frio daqueles, mas matando saudades da filhota! A Claudinha trabalha pra caramba como Psicóloga numa renomada empresa e cuida, sozinha, de duas filhas moças e de uma raspinha de tacho (hahahaha). Eu, sou aquela que quer fazer tudo a toda hora...Mas uma data para nós é sempre sagrada para nos encontrar: três dias após o Natal! Explico: a Rê é uma fascinada pela festa cristã. Ela até coleciona enfeites de vários países e sua árvore de Natal sempre é uma atração a parte!
Uma pequena amostra da enorme coleção de enfeites natalinos da Rê!
Primeiro porque é enorme e, muitas vezes, nem cabe direito no apartamento! Segundo porque é lotada de enfeites e detalhes que podemos ficar horas a fio admirando!
Árvore de Natal da Rê, sempre enorme e linda!
Detalhes dos enfeites!
Então, sempre nos reunimos para ver a árvore de Natal da Rê e colocarmos as fofocas em dia! Vamos com toda a família porque, ainda bem, nossos maridos também se tornaram grandes amigos! Esse ano não foi diferente!
Família reunida TODO ANO na casa da Rê!
Dia 28/12 estávamos lá, todos juntos desde 1988, para admirarmos a árvore de Natal da Rê! Comemos quitutes deliciosos, trocamos lembrancinhas, rimos com as histórias dos nossos filhos e netos (no caso da Rê, pois ela já é uma vovó!) e a coisa mais gostosa do encontro foi lembrarmos dos tempos da faculdade! Foi um tal de: "Qual era o nome daquela fulana que tinha o cabelo manchado de vermelho?" e "Vocês lembram daquele professor que mandava a gente desenhar uns pintos na aula de Sexualidade Humana?" ou "E aquela professora que exigia ser chamada de doutora porque tinha Doutorado...será que tá viva?" hahahahahaha

Todo mundo junto sempre! 

Rimos à beça, principalmente quando um dos maridos presentes na conversa resolveu falar: "Como vocês estão velhas!" kkkkkkkkkkkkkkk 
E estamos mesmo! 
Velhas e eternas...AMIGAS!
Pin It Now!

15 comentários:

Luci Cardinelli disse...

Essas amizades e encontros não têm preço! Tenho 5 amigas há 40 anos e nos encontramos 2 vezes por ano qdo uma delas q hj mora na Bahia, vem ao rio. É uma farra só!

Eu adorei conhecer vc por aqui nessa vida virtual!

beijos e ótimo dia!

Ana Paula Santiago (inventandocasa.blogspot.com) disse...

Que delícia Lola! Tb tenho uma urma asim , da faculdade, Vou aproveitar as ferias e matar a saudade dos amigos aqui da Bahia! Asorei essa sua bel história de amizade!!! E adorei a data e histórinha do encontro!!!

Giuliana: disse...

Lola,

Amizades á algo tão precioso, né?

Adorei seu post, e me emociono com a nostalgia que ele traz. Tenho contato com a minha panelinha de faculdade, somos em 5, e tentamos nos encontrar ao menos no aniversário de cada uma. É muito gosto ver a alegria no nosso olhar quando estamos juntas. =]

Beijos.

Cinderela Descaída disse...

Que lindo isso de conseguir se encontrarem sempre, todos os anos! Parabéns a vocês três.
Uma vez li em numa daquelas apresentações de powerpoint que mandavam por email, algo que achei muito verdadeiro: casamentos podem acabar, filhos crescem e se vão, mas amizades ficam para sempre, se forem cultivadas!
bjs

Helena Garcia disse...

OI, Lolinha querida !!

menina, que delícia de encontro!!! Parabéns por conseguir manter essa amizade tão linda entre vcs!!!
Sua família é muito linda, viu?
Parabéns !!

Um beijão cheio de carinho!
Helena
http://diaadiacorridinho.blogspot.com

Marcia disse...

Ah, querida, essa é a melhor coisa da vida. Tenho algumas amigas assim: duas da época do colégio (não era nem ensino médio, era colegial mesmo, rsr) e quatro da faculdade. Com essas últimas, completo esse ano 20 anos de amizade - já estamos pensando seriamente em deixar maridos e filhos um finalzinhode semana só para curtirmos juntas. E, o mais engraçado é que também temos uma tradição natalina: nos encontramos no dia 26/12, no "restô d'ontê". ;)
Adoro.
Beijão, com chuva e tudo (onde vamos parar, hein, querida?)

Leticia disse...

Eu adoro estes momentos também... nós temos o "dia das meninas"... acontece de tempos em tempo, sem data marcada. Mas os maridos já sabem. Normalmente é um japa ou algo alcólico... kkkk!
É como terapia para mim... só que melhor... dá pra falar bem mais barbaridades! kkkk!
Beijos
lelê

Euzinha! disse...

Ahhh, que coisa boa!! Nossa, como é bom ter amigos assim, né? Daqueles q o tempo passa mas a amizade não. Clichê, mas fantástico!!!
Queria ter mais amigas assim... e queria encontrar mais as que ficaram!
Bjks

Patricia Daltro disse...

Que linda declaração de amor e que forma linda de alimentar e manter uma amizade por tantos anos!
Parabéns a você e a todas as suas amigas e que ainda tenham muitos enfeites para admirar e curtir!

Arte com Caixa disse...

Oi Lola! Como eu te disse, fico muito feliz em ver uma amizade tão linda durar e atravessar as dificuldades e desencontros do dia a dia...
Sinto muita falta de amizades verdadeiras como esta!
Um beijinho e que Deus te abençõe nesta jornada que vc está passando...
Kézia

Nilce disse...

Oi Lola

Amigo é bom demais. Sabe que tenho contato com muitas amigas de infância. Houve uma época que nos distanciamos, mas depois que nos encontramos, estamos sempre em contato, mesmo morando em diferentes cidades.
São amizades puras e sinceras.
Parabéns a vocês três e que essa amizade seja eterna.

Bjs no coração!

Nilce

Veronica Kraemer disse...

Lola amadaaaaaaa, eu achei este post um must, principalmente porque descobri que somos colegas de profissão, 2 psicoloucas!!! rsrsrsrsrsrrs
Que delícia ter amigas assim de tanto tempo, e poder se reunir nem que seja um dia por ano!!!
Menina , ri muito com o profi que mandava vcs desenharem pintos, eu não tive essas aulas... kkkkkkkkk
Beijossssssssssssssss
Vero

Lilian Britto disse...

Eu tenho poquissimas amigas na vida real, tive uns problemas com quase todas a quem confiei meus "segredinhos", rs e acabei por me fechar quase q totalmente a novas amizades. Acho q minhas amigas reais se reduzem a 2 e ainda assim, nem tudo compartilho... Minhas verdadeiras amigas são virtuais, nelas confio plenamente, nunca me trairam e me dão altas dicas ;)
Confesso q tenho saudade de ter aquela "irmã" de coração que podemos contar pra tudo, mas fazer o que né? Confiança só se perde uma vez...
Beijos Lola, linda semana =*

Iara disse...

Lola querida o que há de melhor nesta vida que amigos verdadeiros não é?
Tenho uma amiga há 30 anos, desde o segundo grau, e sabe que nem sei imaginar minha vida sem ela.
Feliz daquele que tem um amigo e aquele que saber ser amigo também.
Beijos

Karina disse...

Não tenho amizades da faculdade, pois acabei desistindo da facul, mas tenho bons amigos desde os tempos do colegial.
Minha melhor amiga é tb a mais antiga, nos conhecemos qdo tínhamos 8 anos, somos amigas até hj. É dificil pq cada um vai fazer a sua vida e cada se distanciando, mas vira e mexe a gente se encontra pra botar o papo em dia, hj mesmo foi assim...fugi da dieta e fui fazer happy hour com ela...kkkk não conta pra ninguém...kkk
Tenho poucos amigos, mas sei se são amigos de verdade, e sempre que preciso eles estão lá pra me estender a mão, e isso não tem preço!
Bjos com carinho,
Karina